ESAD.CR: 2018 Antigo estudante da ESAD.CR Thierry Ferreira com exposição no Forte de São Miguel Arcanjo, no Sitio da Nazaré

 

 

 

 

 

 

Descoberta do espaço como determinação ativa da escultura

Há quarenta anos era concluída na cidade basca de San Sebastian a intervenção pública de carácter escultórico, “Peines del Viento” (Pentes do Vento), do escultor basco Eduardo Chillida, que ainda hoje pode ser visitada na baía desta cidade espanhola. Trata-se de uma obra complexa pois trabalha de forma produtiva o espaço de transição entre a terra, o mar e o ar. “Pentear o vento” é certamente uma forma de configurar poeticamente o espaço que nos envolve.

O Forte de São Miguel Arcanjo, no Sitio da Nazaré, é igualmente um lugar potente para relacionar com a escultura, pois nele podemos ser tocados pela presença maciça da terra, da arquitetura do forte, do mar e do ar. Thierry Ferreira conhece bem as determinações espaciais do escultórico, sabe que nenhuma obra contemporânea vive sem a devida atenção ao espaço na sua relação com o espetador e o objeto.

As obras expostas trazem consigo diversos modos de conceber a tridimensionalidade, desde a conceção escultórica que considera as formas para serem vistas de fora, “como um certo número de superfícies que definem uma massa”, (onde a massa da escultura é a parte sólida da escultura, e o espaço, o inverso da massa), às conceções que consideram primeiro o espaço e só depois a massa. Ou melhor, ao considerar a massa sempre em função do espaço, deixa de ver o espaço como instância negativa, passiva e vazia, para o ver como profundamente ativo, positivo e cheio.

Thierry Ferreira fez um percurso ao sabor do domínio das técnicas do talhe direto da pedra, posteriormente desdobrou planos até ao espaço concreto de vivência e convivialidade. A exposição agora apresentada no Forte de São Miguel Arcanjo, no Sitio da Nazaré, pelas exigências que o lugar coloca, será um momento de reflexão plástica sobre as várias naturezas espaciais, e nessa medida, é de esperar que o artista redefina ao longo do tempo os objetos expostos, convidando todos a uma visita constante a este lugar da Nazaré.

Samuel Rama

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s